RSS

As 10 espécies de animais mais ameaçados de extinção

18 Abr

Infelizmente, a biodiversidade do planeta está em grande perigo, nos últimos anos assistimos o desaparecimento de milhares de espécies e subespécies de animais. O mundo precisa de ser avisado sobre este grave problema, e é com triste vontade, que o BioData, pesquisou e elaborou uma lista das 10 + espécies ameaçadas do mundo. Observe e se surpreenda com o resultado: 10º – Gorila-da-montanha Gorilla beringeri Infelizmente, os biólogos acreditam que se nada for feito, daqui a 5-10 anos o gorila da montanha irá desaparecer da face da Terra. O gorila-da-montanha habita na cadeia montanhosa dos montes Virunga, nas fronteiras do Zaire, do Ruanda e do Uganda. Estão ameaçados pela caça furtiva e pela destruição do habitat. As causas da caça é bushmeat (os gorilas são utilizados como uma espécie de iguaria gastronômica), para servirem de troféus (como as mãos que são utilizadas para fazerem cinzeiros) e a utilização destes animais como cobaias em experiências cientificas. Destaque para Dian Fossey, uma investigadora americana morta por caçadores furtivos. Dian dedicou a sua vida a convencer o mundo e tirar o conceito que os gorilas são monstros esfomeados e sedentos por sangue, escreveu livros e realizou o famoso documentário da National Geographic Gorilas Na Bruma. Atualmente existem apenas 500 exemplares. 9º – Foca-monge-do-mediterrâneo Monachus monachus A foca monge do Mediterrâneo é atualmente o mais ameaçado dos Pinipedes (ordem que inclui; as focas e os leões marinhos). Outrora a espécie estava presente em todas as costas mediterrânicas e nas ilhas dos arquipélagos da Madeira e das Canárias, ao longo da costa atlântica do Sara (chamada a Costa das Focas) e no mar Negro. Hoje a sua presença está limitada à Madeira, á Costa Das Focas e à costa turca. A sua presença é provável mas não certa nas costas do Magrebe, da Líbia e da Sardenha. Esta foca desapareceu mais ou menos recentemente de Espanha, França, Itália Continental e da costa da Dalmácia. É considerado o mamífero europeu mais ameaçado. A afluência ás praias impede as focas de descansarem e de darem à luz; é por esta razão que se refugiam nas grutas, o que reduz os locais favoráveis e, por conseguinte, também a sua presença. 8º – Rinoceronte-sumatrano Dicerorhinus sumatrensis É a menor das espécies de rinoceronte, mede apenas um 1 a 1,5 m de altura pesa cerca de 1 tonelada, comparado com o seu primo maior, o rinoceronte branco com 1,85 m de altura e um peso de 3 toneladas, é muito. È a única espécie asiática que possui dois «cornos» e o único rinoceronte coberto por uma pelagem rala. Tem sido, aliás aparentado com os rinocerontes lanosos dos períodos glaciais. Vive em Sumatra, Bornéu, Malásia continental e Birmânia. Encontra-se extinto na Índia. Têm sido caçados pela teoria popular que os cornos de rinoceronte produzem um poder afrodisíaco, até hoje isso não foi provado. Das 5 espécies é a mais próxima da extinção, mesmo o seu primo de Java que só existem 60 exemplares, tem estado a recuperar. Ao contrário dele o rinoceronte de Sumatra tem estado a diminuir drasticamente. Atualmente existem 300 rinocerontes de Sumatra. 7º – Lince-ibérico Lynx pardina O lince ibérico é considerado o felino mais ameaçado do Mundo, pensa-se que nada for feito ele poderá desaparecer em 3 anos. Existe unicamente em Espanha (100 exemplares) e Portugal (talvez 5 exemplares ou já extinto). O seu desaparecimento progressivo deve-se ao atropelamento nas estradas, à caça furtiva e à miximatose que a partir de 1958 dizimou as populações de coelhos (sua única presa) existentes nos seus territórios. A espécie goza proteção total em toda a Península Ibérica, atualmente tenta-se reprodução em cativeiro, mas ainda sem resultados satisfatórios. È o símbolo das espécies em vias de Extinção de Portugal. 6º – Mainá-de-Bali Leucopsar rothschildi É uma espécie de ave da família dos estorninhos criticamente em perigo, estima-se a existência de apenas 12 aves em liberdade, no Parque Nacional de Bali Barat. A captura ilegal, inclusive no próprio parque, para o comércio nacional e internacional de aves de cativeiro, e a desflorestamento tem conduzido esta espécie à extinção. A sua raridade faz desta espécie um símbolo de elevado estatuto social, na Indonésia. Está protegida pela lei deste país, desde 1970, e têm sido realizados esforços de re-introdução, mas a captura ilegal faz baixar os números continuamente. Calcula-se que existam cerca de 1000 animais em cativeiro, mas com reprodução pouco satisfatória. 5º – Vaquita Phoecoena sinus De todos os mamíferos marinhos a vaquita é o que possui a área de distribuição mais restrita, sobrevive apenas no Norte do Golfo da Califórnia, em águas costeiras. É o menor dos cetáceos com apenas 1,49 m de comprimento. São mortos acidentalmente nas redes de pesca e por falta de alimento. Estima-se existir entre 50 a 300 exemplares. 4º – Lêmure-dourado-dos-bambus Hapalemur aureus O lêmure-dourado-dos-bambus é considerado um dos mais ameaçados mamíferos do mundo e o lêmure mais ameaçado do mundo. Foi descoberto recentemente, em 1987, Sudoeste da ilha de Madagascar, na Reserva Natural de Andringitra, também foi encontrado alguns exemplares no Parque Nacional de Ranomafana. Sabe-se muito pouco sobre os hábitos deste lêmure, atualmente existem 300 indivíduos. E muitos poucos em cativeiros. Estão ameaçados pela destruição e abate clandestino do seu habitat, que é muito frágil. 3º – Arara-cinza-azulada Cyanopsitta spixii A ararinha-azul ou arara-de-Spix foi considerada pelos Recordes Do Guiness, a ave mais rara do Mundo. O último exemplar desapareceu em Outubro de 2000, e como estas araras viviam em grupos, essa arara (que era um macho) acabou por acasalar com um maracanã (uma espécie de arara). Atualmente existem 60 exemplares em cativeiro, o Brasil detém a propriedade de apenas 8, os outros estão em coleções particulares e sujeitos a contacto nulo com os outros exemplares, não permitindo a reprodução. Como podem ver foto esta arara tem características únicas. O azul é de um tom diferente e com algumas penas cinzentas e o bico é menor que das outras espécies. Pode atingir 56 cm, pequeno comparando com outros primos mais conhecidos. 2º – Golfinho-de-baiji Lipotes vexillifer Esta espécie é encontrada ao longo de 1.700 km das três foz do rio de Yangtze, na China. Pode medir 2.5 metros e pesar 160 kg, e é cego como a maioria dos golfinhos de rio guiando-se apenas por uma espécie de radar. O número de golfinhos caiu drasticamente de 6.000 nos 1950 a 400 em 1984. Agora somente 5 animais remanescem, é o mais raro cetáceo e o mais raro mamífero do mundo e já foi considerado o animal mais raro. A reprodução em cativeiro é nula, apenas existindo um macho solitário, chamado Qi Qi. O pior é saber que a qualquer momento este golfinho poderá extinguir de um momento para o outro. 1º – Po’uli Melamprosops phaeosoma Se surpreendeu com o golfinho-de-baiji? Então veja esta. Po’uli, assim chamado no Havaí, é uma ave que a qualquer hora se vai extinguir, porque só existe nada mais nada menos que 3 exemplares. Uma equipe de biólogos está a tentar capturar os 3 indivíduos para um projeto de reprodução em cativeiro. A ave foi descoberta apenas em 1973, no vulcão de Haleakala, em Maui, a espécie já estava reduzida a algumas centenas. *Atualmente é provável que já esteja extinta Texto de Hugo Gomes Antunes em 15 de Maio de 2005 Referências Arkive – Images of life on Earth. Avaliado on-line em: http://www.arkive.org BirdLife International (2004). Avaliado on-line em: http://www.birdlife.org National Geographic Magazine – Portugal. Novembro de 2003. Organização Quercus, Portugal. Saúde Animal. De Cicco Comercial. Avaliado on-line em: http://www.saudeanimal.com.br Vida Selvagem, Animais das Florestas Tropicais parte 1. Seleções Reader’s Digest. Vida Selvagem, Animais da Savana. Seleções Reader’s Digest. Vida Selvagem, Animais da Taiga Siberiana. Seleções Reader’s Digest. Vida Selvagem, Animais dos Litorais e das Ilhas. Seleções Reader’s Digest. Zoológico de Lisboa. Avaliado on-line em: http://zoo.sapo.pt Fonte: http://www.sitedecuriosidades.com/ver/as_10_especies_mais_ameacadas_no_mundo.html

 
2 Comentários

Publicado por em Abril 18, 2011 em Mundo

 

2 responses to “As 10 espécies de animais mais ameaçados de extinção

  1. marcela

    Maio 7, 2012 at 6:43 pm

    Animais ameasados são o riveis mais são bonitos

     
  2. carolina

    Junho 9, 2012 at 5:10 pm

    coitados!!! agente pressisa combater isso

     

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: