RSS

Mito ou verdade: Celular pode explodir?

28 Abr

“Celular explode e mata operário na China.” “Celular explode em bolso de jovem”. “Celular explode e queima orelha de dona de casa”. Manchetes como estas já não são raridade. O telefone celular é um objeto praticamente essencial na vida de qualquer pessoa. De estudantes e médicos a taxistas e executivos, todo mundo quer estar a um número de distância.

Se, no princípio, o telefone celular tinha como única função a de realizar ligações, hoje a realidade é outra. Enquanto as chamadas foram deixadas em segundo plano, estes aparelhos se transformaram em poderosas câmeras, consoles de videogame e MP3 players.

Contudo, independente do rumo que a tecnologia dos celulares tomou, notícias sobre acidentes com celulares explosivos continuam a estampar a primeira página de jornais de todo o mundo. Mas seria possível mesmo um celular explodir?

O jovem chinês Xiao Jinpeng trabalhava em uma fábrica nos arredores de Pequim quando o celular, que carregava no bolso da camisa, explodiu e o matou na hora. Viajando alguns quilômetros, outro celular explosivo causou danos a uma menina de apenas 14 anos, no interior de São Paulo. O aparelho estava no bolso de sua calça e explodiu, deixando a garota em estado de choque e com queimaduras de segundo grau na perna.

Um pequeno celular, grande explosao.

Fora estes, diversos são os relatos de celulares que explodem enquanto estão conectados à tomada, recarregando ou em bolsos e mochilas. Não há como negar: celulares explodem e os danos podem ser grandes! 

0800BOOM!

Em todos os casos mostrados, o que explodiu com certeza não foi o celular em si, mas a bateria, caixinhas que armazenam uma incrível quantidade de energia e permitem que um aparelho eletrônico seja utilizado longe das tomadas. A grande maioria de eletrônicos portáteis, hoje, optam por utilizar as baterias de Li-ion (íons de lítio).

Em comparação aos outros tipos de bateria, os íons de lítio armazenam o dobro de energia, são mais leves e mais ecológicos. Em contrapartida, estas baterias exigem muito mais cuidado e, infelizmente, explodem mais facilmente. Em geral, a temperatura ideal para se manter uma bateria dessas é 25C, o que nem sempre é possível. Deve-se evitar também sua exposição a temperaturas maiores que 50C ou à luz do sol.

Uma bomba em seu bolso!
Ou seja, em seu bolso, não está um aparelho celular, mas sim uma bomba em potencial. Calma lá… não há motivo para pânico geral. Da mesma forma que os fabricantes investem em tecnologias para deixar seu celular mais bacana, eles também realizam pesquisas e modificações nos aparelhos para que fiquem mais seguros.
Por isso, a culpa destas explosões dificilmente são atribuídas ao fabricante: são vistas como mal uso do aparelho. Mas como saber os cuidados certos que se deve ter com o celular se os fabricantes não trazem isso de forma clara?

Esta é uma das principais críticas dos orgãos de defesa ao consumidor e das agências do governo que são responsáveis pela verificação dos celulares. Em vez de gastar bilhões de dólares fazendo propaganda sobre seus novos modelos, as indústrias de telefonia móvel poderiam muito bem investir na educação de seu próprio usuário, dando dicas simples e ensinando-os sobre como cuidar melhor desta bomba em potencial que, indiscutivelmente, é muito útil no dia-a-dia.

Falha deles!

Há menos de uma semana, um garoto francês afirma que o iPhone de sua namorada explodiu. Ele e a menina estavam conversando em um terraço quando o iPhone começou a trepidar e a tela rachou por completo.

Para começar, o termo mais correto para definir o que aconteceu com o smartphone da Apple é que ele foi implodido, uma vez que o aparelho está inteiro e a única peça que sofreu danos foi a tela. Ultimamente, a empresa de Cupertino tem feito algum esforço em esconder casos em que, como este, a bateria superaqueceu e causou danos não só no aparelho, mas também em seu dono.

O iPhone explodiu!

Fonte: La Provence
De iPods e iPhones a MacBooks, vários produtos da empresa já apareceram em chamas. Neste caso, a empresa não admitiu a culpa e nem ofereceu o recall para os modelos em questão. No entanto, baterias com problema já foram reconhecidas por muitas empresas de telefonia celular e seus clientes foram notificados, tendo seus aparelhos trocados.

Isso quer dizer que as explosões em telefones celulares também podem ser causados por um erro em sua fabricação. Vale a pena ficar sempre ligado em jornais e no próprio website da marca do seu aparelho, já que recalls são raros, mas acontecem com mais frequência do que você gostaria.
Pirataria

Os canhões do pirata do olho de vidro e da perna de pau estão todos apontados para você. A pirataria de acessórios e baterias para celulares vem sendo apontada como uma das principais causas de explosões e erros em aparelhos.

Contra a pirataria.Seu celular está quase sem bateria e você esqueceu o carregador em casa. No sinaleiro, há um cara vendendo alguns desses carregadores genéricos que devem funcionar. Ao colocá-lo na tomada, é muito possível que ele irá fazer mal à bateria, pois pode apresentar uma tensão diferente daquela especificada pelo fabricante. Então, em vez de ter um celular carregado, você pode ter um celular voando pelos ares.

O mesmo acontece com aquelas capinhas coloridas e bonitinhas que você compra para mudar o visual do celular. Por trazerem tamanhos milimetricamente diferentes à da capa original, elas podem pressionar o circuito da bateria, causando um tremendo BOOM!
Quanto às baterias falsificadas então, nem é preciso comentar! Se as originais, que são produzidas por empresas confiáveis e seguem normas de segurança, já dão problema, imagine essas que vendem pelas esquinas! Portanto, comprar itens originais é, acima de tudo, uma questão de segurança.

Como evitar explosões

Não é apenas o descuido com o calor excessivo ou as peças piratas que podem danificar as baterias de Li-ion. Cada vez que o seu celular é derrubado, não é apenas a sua carcaça que pode sofrer danos, mas também a bateria.

Portanto, toda vez que seu aparelho celular for de encontro ao chão, vale a pena abri-lo e verificar se está tudo em ordem também lá dentro. Outro cuidado a ser tomado é o de não deixar seu celular exposto à umidade do banheiro e cozinha, pois o vapor dágua causa oxidação e pode ser bastante danoso à bateria de lítio.

Temperatura, grande vila.

A praia é um dos ambientes mais perigosos para a saúde de uma bateria. É preciso deixá-lo na sombra para evitar o superaquecimento e bem longe da água, maresia e areia. Qualquer rachadura na carcaça (por mais pequena que seja) pode ser o suficiente para que um destes elementos entrem em contato com o circuito interno, causando um curto- circuito no aparelho.

Combinação perigosa

Em postos de gasolina de todo o Brasil, você já deve ter reparado a presença de uma plaquinha contendo algumas recomendações para seus clientes. Não fume, não deixe o motor ligado e desligue o celular. O uso de aparelho de telefonia móvel em um ambiente altamente inflamável, como é um posto de gasolina, poderia resultar em uma explosão? Muita gente pode deixar estas recomendações de lado, mas notícias no jornal afirmam que celular e posto de combustível é uma mistura que pode acabar mal.

Celular + Gasolina

Fonte: Autoesporte
No ano de 2007, em um posto da região de São Paulo, um frentista usou um celular para iluminar a boca do tanque de um caminhão. Sem motivo algum, uma grande explosão aconteceu. Peritos ficaram divididos e, enquanto alguns culpam o celular em si, outros atribuem a explosão à energia estática gerada pelo movimento.

A área de abastecimento dos veículos em um posto é de alto risco, já que são liberados gases inflamáveis pela abertura do bocal do veículo, enquanto o combustível vai da bomba de gasolina ao tanque do carro. Uma vez misturados ao ar, estes gases podem se inflamar se houver uma fonte de ignição como o calor, faíscas ou fogo. Embora os aparelhos celulares estejam cada dia melhor estruturados e mais seguros, há chances de provocarem faísca e, consequentemente, dar início a um grande desastre. Confira no vídeo abaixo, o vídeo que mostra a explosão no posto em São Paulo.


Já que o assunto é mito, vale lembrar que a explosão de celulares em postos de gasolina foi testada pelos mundialmente conhecidos Caçadores de Mitos (na Discovery Channel). O resultado apresentado por eles foi negativo, entretanto, nem todas as possibilidades e situações foram testadas. Especialistas avisam: a possibilidade de um celular causar uma explosão em um posto de combustível é extremamente remota, mas, infelizmente, não está descartada.

Leia mais no Baixaki: http://www.tecmundo.com.br/2605-mito-ou-verdade-celular-pode-explodir-.htm#ixzz1KoLyImBH

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em Abril 28, 2011 em Mito ou verdade?

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: