RSS

Explicação do porque as cobram conseguem engolir animais maiores que elas

19 Maio

Na foto, cobra engolindo uma ovelha

O corpo delas é feito especialmente para sofrer grandes adaptações de formato. “A pele é bastante elástica, as costelas são móveis e os ossos, altamente maleáveis”, afirma o biólogo especializado em répteis Otávio Marques, do Instituto Butantan, em São Paulo. As primeiras transformações ocorrem já no momento do bote.

Em espécies como a jararaca e a cascavel, o ângulo de abertura da boca chega a 180º. “Assim os dentes ficam direcionados para a frente”, diz Otávio. Após abocanhar sua presa deformando temporariamente o próprio crânio, a cobra libera enzimas que digerem a maior parte do alimento. As sobras da generosa refeição, como pêlos, penas, escamas, unhas ou dentes, acabam eliminadas pelas fezes.

Além de sua capacidade de abrir exageradamente a boca, as cobras que comem ovos têm outra particularidade: contam com uma vértebra especial que apresenta um pequeno prolongamento usado para quebrar o ovo. Depois que a clara e a gema são ingeridas, a casca é regurgitada pela serpente.

Na cabeça das cobras existem dois pequenos ossos, o quadrado e o supratemporal, que ficam entre as partes superior e inferior do crânio. Quando a cobra está com a boca fechada, eles permanecem inclinados.

Na hora de abocanhar a presa, os ossos se estendem na vertical, um sobre o outro. Unidas apenas por uma membrana elástica, as mandíbulas não dificultam a abertura total da boca. Com essa adaptação, a cobra pode engolir presas mais largas que sua própria cabeça.

Fonte: http://www.cobramania.com/2011/05/como-as-cobras-podem-engolir-bichos.html

 
3 Comentários

Publicado por em Maio 19, 2011 em Mundo animal

 

3 responses to “Explicação do porque as cobram conseguem engolir animais maiores que elas

  1. silas de melo

    Junho 30, 2011 at 9:02 pm

    vocês trasmitem uma boa informação para as pessoas, parabens tenho 65 anos e só agora tenho acesso e conhecimento a tanta informação como essa, obrigado silas.

     
    • kaiosezzar

      Julho 1, 2011 at 1:47 am

      Por nada, Silas.
      Agradeço sua visita. Tenho 22 anos e tento de todas a formar buscar conhecimentos,
      mostrando meu interesse em transmitir tb.

      Obrigado pelo comentario, desta forma o blog tende a crescer cada vez mais.
      Att Kaio

       
  2. Denis Queiroz

    Julho 17, 2011 at 4:31 am

    Eu sempre tive curiosidade em saber disso! valeu mesmo.
    Eu faço Fonoaudiologia na Universidade Federal de Santa Catarina, mas nas férias eu sempre pesquiso sobre essas curiosidades, pois eu tinha vontade de ser veterinário. Eu queria saber mais, bioquimicamente falando, sobre o que acontece na pele desta cobra, quais substâncias elas tem para que isso ocorra. Será que vocês poderiam me passar o e-mail desse biólogo para eu entrar em contato com ele?
    Vocês estão de parabéns, abraços à todos!
    at: Denis

     

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: